“Canta tua aldeia e serás universal”

Programas televisivos apostam no regionalismo para conquistar público

Conquistar um público fiel é uma necessidade para os meios de comunicação. Para tanto, nada melhor do que conquistar através da preservação da cultura trazendo informações locais e regionais. A produção de TV no Estado do Paraná sofre um processo de regionalização através da criação de blocos e mesmo programas específicos ressaltando a cultura do Estado.

Crítica de Ponta se propõe a fazer uma análise da mídia e da produção cultural nos Campos Gerais. O blog já destacou atrações televisivas da TV aberta e de canais a cabo que trazem como principal diferencial uma programação baseada no regionalismo. Programas como “Meu Paraná”, “Jornal Mercosul” recentemente a adaptação do “Globo Esporte” para não apenas um bloco, mas uma atração inteira baseada no Estado são referenciais fortes da adaptação midiática.

Os canais a cabo da cidade de Ponta Grossa também tem se esforçado nesse sentido. Muitas vezes a produção é simples e contempla apenas uma parte da população se assemelhando a cadernos sociais dos jornais diários. Mas também há que ser considerada o desempenho de alguns telejornais como da Educativa ou mesmo programas de debate como “Verdade em Pauta” da TVM e programas jornalísticos como o “Ade!” veiculado pela TVCOM PG (canal 96).

É necessário levar em consideração que as emissoras são afiliadas e a lógica é focar em elementos regionais. Mas, o interessante é perceber a variedade de programas: a programação vai desde atrações jornalísticas, esportivas até variedades. Uma produção que não fica restrita apenas ao eixo Rio – São Paulo e assim foca o local e o regional parece não somente identificar, mas também dar credibilidade aos assuntos pautados. Como define Leon Tolstoi, “canta tua aldeia e serás universal”.

Marina Alves


About these ads

One Comment to ““Canta tua aldeia e serás universal””

  1. A televisão local do Paraná ainda tem muito que evoluir. Talvez um dia cheguemos ao nível do Ceará, que tem duas redes fortes com muita produção local, a Diário e a União, que já têm afiliadas fora do estado. Claro que a qualidade não é a melhor possível, mas temos muito que aprender com eles.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34 outros seguidores

%d bloggers like this: